Paz Congruencia Liderarcomproposito

O QUE O MERCADO QUER

O que o ‘mercado’ quer é honestidade e autenticidade.

Quando é real e verdadeiro as pessoas sabem, sentem e acabam ‘comprando’.

Há um tempo atrás, depois de sair da faculdade, eu presumia que meu currículo era um exemplo de profissional recém-formada. Afinal, eu tinha uma ‘média alta’ (02 anos) de permanência nos estágios em relação à média de 06 meses dos meus colegas de profissão.

Referência que eu presumi, observando o ‘mercado’.

Eis que em uma entrevista fui questionada sobre a minha ‘estabilidade padrão’ nos empregos. (Como assim?) De pronto, encarei como uma ‘afronta’ e respondi que aquilo era ‘natural’ já que eu era uma profissional que buscava sempre ‘evoluir’ através de diferentes experiências (resposta pronta que sempre funcionava muito bem).

E para minha surpresa o sábio diretor que me entrevistava respondeu de uma forma tão simples, mas ao mesmo tempo avassaladora:

’Tens certeza?’

Ecoou fundo em mim, acionando minhas defesas: quis falar sobre dados do comportamento da geração Y, os números do mercado e blábláblá. No entanto, senti que ele havia percebido a minha ‘resposta automática’ e parecia estar em busca de ‘algo mais profundo’.

Por isso, deixei me conectar, respirei fundo e respondi o que verdadeiramente ocorria em mim quando pensava neste assunto:

’Na verdade, não tenho certeza…’

Houve uma pausa considerável, que pareceu massacrante para a recrutadora conosco, mas muito curiosa por parte do diretor. Quando finalmente respondi:

‘Agora, pensando melhor, parece-me que eu poderia ter tido uma atitude mais…’madura’, de buscar resultados a longo prazo permanecendo mais tempo nestes empregos.’

Decidi entregar a verdade, neste caso, me colocando mais vulnerável, esperando que aquela empresa me acolhesse também de maneira verdadeira.

No dia seguinte, quase como um susto, recebi a ligação que tanto esperava. Senti um alívio e ao mesmo tempo uma grande liberdade.

Eles queriam quem eu era de verdade. Então lá era o meu lugar!

Uma vivência simples, mas muito transformadora para mim que ‘desde sempre’ atuava no ‘universo gelado’ dos negócios.

O nosso mundo vem mudando, vem valorizando mais aquilo que é verdadeiramente honesto e autêntico.

E sim, permitir que a autenticidade que há dentro de nós prevaleça é um grande desafio neste mundo cheio de parâmetros. No entanto, pode ser o caminho para uma vida profissional e pessoal mais íntegra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *